Movilidade ecológica e económica com Mantsinen 120 EM

A ShoreLink opera nos quatro portos mais setentrionais da Suécia. A empresa empenha-se em fornecer soluções de logística económicas e amigáveis ao meio ambiente. Para a ShoreLink, serviço não é simplesmente uma palavra, mas trata-se de uma forma de vida. A ShoreLink possui duas Mantsinen 120 EM que fazem parte da frota de máquinas amigáveis ao meio ambiente dos portos, pronta para prestar serviços aos clientes.

A ShoreLink é uma empresa de logística e de transportes marítimos a operar em três áreas de negócios: a ShoreLink Terminal trata das operações diárias nos portos, tais como, carga e descarga; a ShoreLink Shipping opera como uma agência de transportes marítimos e transitário e a ShoreLink Transport é uma empreiteira no setor de máquinas e transportes.

A ShoreLink renovou recentemente as suas máquinas de manipulação de materiais no Porto de Piteå. O volume de negócios anual em Piteå é de aproximadamente 1,8 milhões de toneladas métricas; isto consiste sobretudo em produtos florestais, tais como, kraftliner, pasta de papel e produtos de madeira sólida. O porto conta com dois cais, que torna a mobilidade das máquinas uma prioridade máxima. Este ambiente operacional juntamente com uma forte focalização na proteção ambiental e na segurança exigiam uma solução personalizada.

A Mantsinen e a ShoreLink colaboraram no projeto do Mantsinen 120 EM HybriLift®, um manipulador de materiais pórtico sobre pneus e com motor elétrico. Esta máquina possui o primeiro pórtico sobre pneus de sempre fabricado pela Mantsinen. O Mantsinen 120 EM HybriLift® está equipado com um grupo gerador, que permite à ShoreLink deslocar a máquina de um cais para outro com facilidade. O alcance máximo da máquina é de cerca de 27 metros, com uma capacidade de elevação de 10 toneladas a 20 metros.

Eficiência, baixo consumo energético e segurança máxima são os valores partilhados por ambas as empresas e, por conseguinte, estas características estão presentes no Mantsinen 120 EM HybriLift®. A primeira máquina foi entregue no fim de 2011 e a segunda em novembro de 2013. O Mantsinen 120 EM HybriLift® foi uma adição bem-vinda para a gama de produtos da Mantsinen.

Ola Isaksson, gerente do terminal do porto de Piteå, comentou que a ShoreLink tem um compromisso de longo prazo para com a redução do impacto ambiental das suas operações. A escolha do Mantsinen 120 EM HybriLift® encaixava-se à perfeição nesta estratégia: a ShoreLink tem a capacidade para manusear navios grandes, tem uma melhor classificação relativamente ao conforto e à segurança do operador, combinado com emissões mais baixas. Roger Bäckman, operador de guindaste móvel, acrescenta que a máquina deu provas de reduzir os custos energéticos em mais de 70% e a capacidade de elevação aumentou em 50%, comparado com as máquinas utilizadas anteriormente.

O Mantsinen 120 EM HybriLift® foi o primeiro do seu tipo, por isso, foi essencial uma estreita colaboração entre a ShoreLink e a equipa da Mantsinen. A ShoreLink está muito satisfeita com a equipa da Mantsinen e pela abordagem ativa e excelente colaboração. Ola Isaksson admite que a Mantsinen tem comprovado ser uma organização muito orientada para o cliente. Isaksson acrescenta que tanto a equipa de vendas quanto a de I&D visitaram a ShoreLink para melhor compreender as suas necessidades, bem como partilhar as suas ideias e propostas para melhorar o benefício deles como cliente.

A matriz da ShoreLink fica em Piteå, Suécia. A empresa opera em quatro portos no Norte de Suécia: Piteå, Luleå, Skellefteå e Kalix, movimentando 5 milhões de toneladas por ano. O volume de negócios da empresa é de SEK 200 milhões e tem 180 pessoas e 110 veículos. Mais informações no site da ShoreLink. 

Mantsinen 120

Alcance máximo 27 metros